Conhecendo o estado de conservação das cédulas

Posted on Deixe um comentário
A capacidade de identificação do estado de conservação de uma cédula é o principal requisito para que um colecionador possa adquirir peças para sua coleção de forma segura e tranquila. Os níveis de conservação possuem critérios objetivos que devem ser observados no momento da análise de uma cédula.

FLOR DE ESTAMPA – FE:

500 cruzeiros 1980 c152 FE
500 cruzeiros 1980 c152 FE
Uma cédula perfeitamente preservada. O papel é limpo, firme e sem descoloração. Os cantos são agudos e no esquadro. Não há vestígios de dobras ou marcas de manuseio descuidado. Equivale ao “Uncirculated” (UNC).

SOBERBA – S:

50 cruzeiros 1970 C142 S
50 cruzeiros 1970 C142 S
Uma cédula com pequenos sinais de manuseio. Pode ter no máximo três pequenas marcas ou um sinal de dobra. O papel é limpo e firme, com o brilho original. Os cantos podem apresentar pequenos sinais de uso. Equivale ao “Extremely Fine” (EF).

MUITO BEM CONSERVADA – MBC:

Uma cédula com alguns sinais de manuseio e uso. Podem ter diversas marcas de dobra verticais e horizontais. O papel pode ter um mínimo de sujeira e manchas na cor, mantendo relativa rigidez. Não deve ter cortes ou rasgos na margem, embora possa mostrar sinais de uso. Os cantos também podem mostrar sinais de circulação, porém não devem ser totalmente arredondados. Equivale ao “Very Fine” (VF).

BEM CONSERVADA – BC:

Uma cédula consideravelmente circulada, com muitas dobras e rugas. O papel pode estar amolecido e as margens podem apresentar pequenas faltas decorrentes do uso, porém não se admite rasgos nas dobras centrais devido ao excesso de uso. As cores são visíveis porém não brilhantes. Furos de grampeador podem ser tolerados. Equivale ao “Fine” (F).

 

REGULAR – R:

Uma cédula muito pesadamente manipulada, com danos normais devido a prolongada circulação. Podem incluir muitas dobras, rasgos, manchas, furos, inscrições, cantos arredondados e uma aparência geral não muito atrativa. Não devem ter grandes rasgos e a maior parte da nota deve ser identificada. Equivalente ao “Good” (G).

 

UM TANTO GASTA – UTG:

Uma cédula totalmente flácida, muito pesadamente e mal utilizada. Com grandes rasgos ou pedaços faltantes, além de dobras, manchas, furos e cantos perdidos. Não devem ser colecionadas, a não ser no caso de peças muito raras. Equivale ao “Poor” (P).

Estado de conservacão intermediários:

 São admitidos estados de conservação intermediários, que possam caracterizar com clareza a verdadeira conservação da cédula, para exemplificar, veja a tabela a seguir:
FE=UNC   
S/FE=AU   
S=EF    
MBC/S=VF/EF   
MBC=VF   
BC/MBC=VG/VF   
BC=VG   
BC/R=G/VG   
R=G   
UTG=P
Saiba mais sobre estados de conservação das cédulas em IBNS.
Bibliografia:
• Catálogo de Cédulas do Brasil, 2013, 6ª edição, Irlei S. Neves, Claudio Amato e Julio E. Schütz.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *